sábado, 22 de novembro de 2014

Das coisas que você me disse...


As palavras e sentimentos são a pior ressaca que alguém poderia ter. E a ultima noite de sábado apenas me confirmou isso.
Nós já havíamos andado por tantos lugares que conhecíamos, mas nenhum que merecia ser o palco para aquela noite. Você contava como tinha sido a semana, os seus trabalhos e algumas situações. Como um casal inglês que você tinha ajudado na entrada da nossa casa noturna favorita. Você sempre captava todos os detalhes e repassava, só porque sabia que eu poderia usar em um texto como esse.
Ao mesmo tempo, eu sentia algo errado enquanto você falava. Era uma daquelas sensações em que a sua garganta trava, que você quer falar alguma coisa, mas não sabe bem o que é. E quando sabe, não sabe como falar.
Certas lembranças continuavam rodeando a minha cabeça. Aquela música, o gosto horrível da bebida e eu falando que nunca mais confiaria em você. Nenhuma dessas três eram boas.
Você percebeu que eu estava quieta demais. Perguntou se eu queria ir para casa, mas na verdade, eu não tinha a minima ideia do que queria. E isso também se aplicava a você.



continua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário